terça-feira, 17 de dezembro de 2013

Você se casa com a família dele.

Bom dia meninas.

Quero agradecê-las pelos elogios nos comentários de ontem, fiquei muito feliz com cada palavra de vocês.
E obrigada por todas que sentiram minha falta nesse tempo que fiquei sem postar, é muito bom ver o carinho de cada uma.

Hoje quero comentar um assunto que muitos dizem: quando você se casa, irá casar também com a família dele.

Pra quem acha que não digo que estão enganadas.
Não tem como você casar e achar que a partir do dia do casamento o marido é só seu já que agora são uma só carne e formaram uma nova família. Achar que agora os pais e irmãos são parentes e então posso sumir com ele.

Primeiro: na minha opinião, isso é um super egoísmo.
Segundo: seu marido tem vontades, desejos e você tem que deixar ele ter o tempo dele e também fazer o que ele quer.
Terceiro: ele passou a vida toda (na maioria dos casos) morando com os pais, os pais são exemplos, referências na vida dele e um dos grandes amores. Aceite, você não é e não será a única mulher da vida dele ou esqueceu que ele tem mãe, em alguns casos irmãs e elas são tão importantes quanto você. O que muda é apenas a forma do amor e não o tamanho dele.


Eu acho que todas as noivas tem que entender isso antes de casar.
Sei que existem casos em que a mulher consegue fazer com que o marido suma da vida dos pais, liguem de vez em quando só para dizer que ligou e acho isso super errado.
Concordo com as mulheres que apoiam o marido de sempre (de preferência todos os dias) ligarem para a família, conversarem, contar as novidades. Pais são eternos e nunca devem ser abandonadas, tanto pela filha, como pelo filho.

"Ahh, mas minha sogra não gosta de mim e sempre foi contra a nossa união."
E daí? Vocês conseguiram contornar a situação e casaram, não foi?!
Você gostaria que seus filhos esquecessem de você depois que se casarem por causa da mulher dele? Por causa que por algum motivo (mesmo que errado) você não concordasse com a escolha dele?
Tente pensar nesses casos que você também terá um filho (a) e que ele (a) um dia irá também formar uma nova família. Como você se sentiria se por causa da esposa (o) ele (a) sumisse da sua vida?

"Ahh, eles devem entender que agora casamos e não tem como mais o filho ser tão presente."
Sim, é claro que não terá como você visitar os pais e sogros todos os dias e todos os finais de semanas. A maioria dos casais trabalham o dia inteiro, alguns estudam. Chega fim de semana tem compras pra fazer, casa pra arrumar, marido para aproveitar. Isso todos sabemos.
Mas isso não impede de você fazer ao menos uma ligação para saber como eles estão.
De combinar em um fim de semana do mês visitá-los, tanto os pais quanto os sogros.
Quando o seu marido estiver conversando com os pais não fique perguntando as coisas, querendo atenção nesse momento. Ele mora com você, todos os dias está com você. Respeite esse tempo.

Nos, como mulheres sábias, virtuosas, temos que saber contornar todas as situações por mais complicadas e delicadas que sejam. Por mais que não se de bem com a sua sogra, trate ela com amor, sempre a receba com as melhores coisas em sua casa. Converse, ria, tente aprender a amá-la porque ela nunca será uma pessoa qualquer na vida do marido. Ela é a MÃE dele e assim como você ama e é apaixonada pela sua, ele ama e é apaixonado pela dele.

Porque estou postando isso? Não sei, deu vontade.

Vocês devem estar pensando: "ahh a Bárbara não se dá bem com os sogros".
Aí eu digo que estão super enganados. Depois que casei eu realmente ganhei uma nova família que faz de tudo para me agradar. Meninas, meus sogros são uns amores.
No dia que fui escolher o vestido da minha formatura, eles foram comigo em várias lojas, esperaram, deram opinião (e isso foi em um sábado, pois trabalho durante toda a semana e não tinha como olhar vestido). Fiquei super admirada com isso, de eles gastarem um tempo grande do fim de semana para isso.

Sempre que vou para casa deles sou tratada da melhor maneira possível.
Um dia comentei com minha sogra que estava com vontade de comer salpicão, então o que teve de almoço? Salpicão!
Cada dia fico mais impressionada de como eles me tratam bem e fazem de tudo para me agradar e fico mais admirada e feliz com o cuidado de Deus comigo.

"Ahh Bárbara, então pra você é super fácil viver o que está falando."
Concordo com você que para mim não é difícil. Mas só porque a situação de vocês é mais delicada, não quer dizer que é impossível. E olhem, a mulher virtuosa nunca separaria os filhos dos pais. Pelo menos eu acredito seriamente que não.


Bom, o que queria compartilhar com vocês hoje é isso.
Espero que tenham gostado.
Deem a opinião de vocês, quero muito saber o que pensam sobre esse assunto.

Beijooooos :*

15 comentários:

  1. Com certeza!!! Você ganha uma família, não é só um marido!!! Depois do casamento são uma coisa só!!

    Adorei o post!

    http://ideiasdeartista.blogspot.com.br/

    beijooo

    ResponderExcluir
  2. Muito legal esse texto, aqui em casa eu gosto muito da familia do meu marido e ele da minha.. é assim que tem que ser nee..
    Beijo

    ResponderExcluir
  3. Há eu concordo super, meu noivo foi criado pela vó, então não tem muito apego com a mãe, então eu faço questão de ta sempre perguntando se ele tem ligado pra ela, se ele visitou ela, quando foi a última vez que a viu, cobro dele pra ta indo na casa dela, enfim... sou até chata com isso, mas familia é familia e ela me trata tão bem, com tanto carinho, quero meus filhos perto da vó e desde já manter um relacionamento saudável com ela.

    http://eisounoiva.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  4. Ótimo texto... meu noivo não é muito ligado à família dele, mora sozinho desde os 15 anos, mas eu incentivo muito a ter sempre contato com as irmãs e os pais... e estou conseguindo, vamos passar o natal com eles...

    Beijos !

    Vivendo meu Sonho

    Página no Facebook

    ResponderExcluir
  5. Bá, eu adorei o post amiga! Que bacana você levantar essa reflexão com as noivinhas, porque é um assunto muito importante. Eu graças a Deus não tenho problema com a família do Jean que desde o início se apaixonou por mim, (como ele mesmo diz, rsrs) .. mas eu sei que nem sempre é assim ... e acho que devemos respeitar e incentivar sempre essa união . Família é família , pais então, é mais ainda! Fico triste quando vejo a distância e a falta de interesse de alguns, nós devemos honrar nossas pais sempre, e o marido os deles, com sua esposa sempre ao lado, apoiando e não competindo!
    Adorei o que escreveu!!!

    beijooo
    amandocasandoedecorando.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  6. Adorei o post.
    Realmente você ganha uma nova família e não rouba o noivo, você tem que tentar conviver bem pois eles nunca deixarão de ser a família do seu amado.

    Beijos
    Ana Cruz

    ResponderExcluir
  7. Que bom q vc ganhou uma nova família
    O meu marido nunca se relacionou muito com a família e agora q meu sogro morreu, minha sogra ficou um tempo conosco e quase conseguiu destruir meu casamento e agora, felizmente, foi embora. Eu admiro muito quem se dá bem com a família do marido e vice versa mas não meu caso não rolou pq a situação sempre foi complicada mas eu concordo com vc: não podemos separar os filhos de suas famílias.
    Beijos

    ResponderExcluir
  8. Adorei o post e acho que nós mulheres temos que tentar de todas as formas contornar e ate engolir alguns sapos sabe....não vale a pena ficar discutindo ...melhor relevar e pedir a Deus sabedoria para seguir em frente!!

    Beijos
    www.coisasdalivia.com.br

    ResponderExcluir
  9. Ai que legal Bárbara! Concordo plenamente com suas reflexões.. Eu tbm vejo que ganhei uma nova família, na verdade já sentia isso fazia tempos. Ganhei mais uma família, porque já tinha meus pais, ganhei meu marido, e meus sogros, meu cunhado com sua nova família... isso é bom d+..!
    Bjooo
    Mi

    ResponderExcluir
  10. Muito bom o post. Também ganhei uma nova família, meus sogros nos apoia bastante.
    Bjs

    ResponderExcluir
  11. Bá acho que você está certissima mas olha..mesmo sendo família tem sogras que exageram, que tratam mal a nora na frente do filho e até eles vêem issoo..nao é meu caso mas acho que tudo isso tem q ser recíproco sabe?
    Concordo mto com vc..um dia seremos as sogras..temos que ter mta paciência e sermos sábias caso haja qualquer problema com a família do love.. São familia..

    Mas vc está certissima e cim certeza tem sogros maravilhosos..eu só tenho uma sogra e a gente se dá até bem ..mas ela é bem fechada e nao participa deste nosso momento. .enfim..rsrsrsrs

    Bjs
    Neurasdeumanoiva.blogspot.com.bR

    ResponderExcluir
  12. Super concordo viu Ba

    Beijooos


    http://royalweddingbr.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  13. Oii flor, já tinha passado aqui ontem e lido mas só hoje deu tempo de comentar...

    Realmente são situações complicadas e delicadas eu e meu marido estamos nos adaptando as nossas famílias e por enquanto estamos conciliando...

    Ah obrigada pelo comentário lindo lá no meu casei...

    Beijocas sua linda!!!

    ResponderExcluir
  14. Bárbara concordo com vc em tudo o que vc falou, e realmente pra algumas é mais difícil pra outras não, mas cada uma tem algo no casamento q é mais dificil certo? O importante é sabermos relevar e dar um jeito pro bem da relação!
    Excelente post, continue fluindo nisso!




    bjs


    fernandamouta.blogspot.com

    ResponderExcluir
  15. Oi Bárbara, tudo bem?
    Gostei bastante do post! Sempre pensei assim.
    Que Deus continue abençoando seu lar.

    beijão

    http://a1passodoaltar.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir